NOTÍCIA

SETEMBRO: MÊS DA BIBLIA

sexta-feira, 14 de setembro de 2018
MÊS DEDICADO A UM REENCANTAMENTO PELA PALAVRA DE DEUS FEITA ESCRITURA.

“Tua Palavra é lâmpada para meus pés, e luz para meu caminho” (Sl 118,105)

Em setembro, já há vários anos, a Igreja no Brasil dedica uma especial atenção às Sagradas Escrituras, lidas e interpretadas na fé como divinamente inspiradas e, por isso, Palavra do Deus vivo. Trata-se, por conseguinte, de um mês destinado a uma redescoberta reencantada pela Bíblia Sagrada.

De fato, “na Sagrada Escritura, a Igreja encontra incessantemente seu alimento e sua força, pois nela não acolhe somente uma palavra humana, mas o que ela é realmente: a Palavra de Deus” (CaIC, 104). Daí que, para o cristão, a aproximação dos textos sagrados não está motivada, puramente, por um interesse histórico ou por uma curiosidade de conteúdo. Mas, mais do que isso, consiste na acolhida da Palavra de Deus, evento salvífico no hoje da história: intermediado pela fé, Deus estabelece um diálogo real com o ouvinte da Palavra hoje.

Acolhidos pela comunidade eclesial como textos inspirados, os livros sagrados constituem norma de fé, na medida em que são interpretados dentro da Tradição viva da Igreja, isto é, conforme aquilo que a Igreja crê e que foi transmitido, desde os primeiros tempos cristãos, pelos Apóstolos, como verdade de fé (cf. CaIC, 113).

Com justeza afirmou Santo Agostinho: “Eu não creria no Evangelho se não fosse a autoridade da Igreja”. De fato, os textos sagrados só podem ser por nós reconhecidos e aceitos como Palavra de Deus porque a Igreja, firmada nas verdades transmitidas pelos Apóstolos, reconheceu estas palavras como divinamente reveladas. O católico não questiona sua fé procurando passagens isoladas das Sagradas Escrituras. Pelo contrário, alimenta sua fé se debruçando em uma leitura espiritual dos textos sagrados.

Para este mês da Bíblia, cabe um bonito compromisso para todos nós católicos: aproximarmo-nos todos os dias da Palavra de Deus! Esta leitura deve ser espiritual, feita em oração: depois da escolha do texto bíblico (que pode ser o Evangelho do dia ou a leitura continuada de um dos evangelhos), inicia-se com a oração pedindo as luzes do Espírito Santo, seguida de uma leitura calma e repetitiva do texto bíblico, a meditação do significado para a vida de cada uma das palavras ou versículos, a minha oração a partir desta Palavra e um tempo de contemplação, em que podemos degustar a presença de Deus.

Desta maneira, poderemos saborear que “é tão grande o poder e a eficácia encerrados na Palavra de Deus, que ela constitui sustentáculo e vigor para a Igreja, e, para seus filhos, firmeza da fé, alimento da alma, pura e perene fonte da vida espiritual” (CaIC, 132). Afinal, “ignorar as Escrituras é ignorar Cristo” (São Jerônimo).

Fonte: Antonio Eduardo Pereira Pontes Oliveira - Seminari
 
Facebook Twitter WhatsApp
(46) 3536-1252
Rua Paraná, 740, Centro Sul
85660-000 - Dois Vizinhos - Paraná
paroquiaimaculadadv@gmail.com

© 2021 Paróquia Imaculada Conceição - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual