Palavra do Padre

Seminarista Geovane Julio

Quaresma: tempo de graça e crescimento espiritual

 

Querida comunidade, estamos nos aproximando de um período muito importante em nossa vida de fé: o tempo quaresmal. Somos atraídos pelo Senhor a, com Ele, retirarmo-nos para a oração, a praticarmos o jejum que agrada a Deus e a dirigir nosso olhar aos mais necessitados através da prática da caridade.

Quarenta, na vida do Povo de Deus, é um número carregado por uma simbologia muito rica, indicando tempo de correção, de conversão e mudança de vida. Assim vemos, por exemplo, os 40 dias de chuvas no dilúvio (Gn 7,4), Deus que estabelece a Aliança com Moisés durante 40 dias no Monte Sinai e entrega as Tábuas da Lei (Ex 24,18), os israelitas que peregrinam por 40 anos no deserto (Nm 14,33), a purificação de Maria no Templo depois de 40 dias e a apresentação de Jesus (Lc 2,22) e ainda os 40 dias de jejum feitos por Jesus no deserto narrado pelos 3 sinóticos (Mt 4,1-2; Mc 1,12; Lc 4,1-2), além de outros textos. Com isso, a Sagrada Escritura nos ensina que é necessário um tempo para a mudança de vida, a qual é marcada pelo número quarenta. A Igreja nos orienta a, nesse período quaresmal, vivenciarmos esse tempo de graça, pois é propício para o crescimento espiritual através do jejum, da penitência e da oração.

O Papa Francisco, na missa do dia 16 de fevereiro de 2018, refletiu na homilia sobre o verdadeiro jejum, um jejuar que vai muito além da restrição alimentar, sem retirar o valor que tal prática possui, mas que pede coerência, o Papa fez uma meditação sobre o texto de Mt 6,16 que diz: “Quando jejuares, não tomeis um ar sombrio como fazem os hipócritas, pois eles desfiguram o rosto para que seu jejum seja percebido pelos homens.”. Diante disso, questionou Francisco “Meu jejum ajuda os outros? Se assim não for, aquele jejum é fingido, é incoerente e leva-te pelo caminho de uma vida dupla. Por isso, é preciso pedir humildemente a graça da coerência”.

Além disso, caros paroquianos, somos convidados a dedicarmos um tempo maior à oração nesse tempo propício para o arrependimento e à conversão, uma oração que nos conduza, juntos com Jesus, a trilharmos o caminho da paixão-morte-ressurreição. Oração que nos faça mergulhar no Milagre da Páscoa, oração que é graça e nos transforma em pessoas melhores e comprometidas com o Reino de Deus.

Um tempo propício à penitência e também à esmola. O olhar interior que nos move a mudança de vida através do arrependimento de nossos pecados é também um olhar que se volta para fora e enxerga os nossos irmãos e irmãs necessitados. Vamos aproveitar, querida comunidade, nesse tempo da Quaresma com a Campanha da Fraternidade para participarmos da ação concreta em prol das pessoas mais carentes. Pessoalmente ou na sua família, faça o propósito de doar alimentos para as cestas básicas que são distribuídas diariamente aos que mais necessitam.

A Quaresma é esse tempo de graça, de conversão e redescoberta da nossa fé, é tempo de crescimento e amadurecimento espiritual, pessoal e comunitário, “até que Cristo seja formado em vós.” (Gl 4,19). Vamos caminhar confiantes, o Senhor sempre nos estenderá a sua mão. Deus nos abençoe!

Seminarista Geovane Julio.

NOTÍCIAS
Semana Santa

Fotos da Semana Santa

Encontro das Catequistas

Neste sábado pela manhã aconteceu o primeiro encontro de catequistas de nossa comunidade.

Dia 11 de Fevereiro: Dia de...

Conheça a História de Nossa Senhora de Lourdes

Renovação dos Compromissos ...

Também no dia 06/02, foi realizada a renovação dos ministros e entregue o novo manual.

Formação Campanha da Frater...

No dia 06/02 foi realizada a formação da Campanha da Fraternidade em nossa Igreja, e ta...

Papa convoca o “Ano de São ...

Para celebrar os 150 anos da declaração do Esposo de Maria como Padroeiro da Igreja Cat...

(46) 3536-1108
Rua Prudente de Morais, 628. Cx 38, Centro
85660-000 - Dois Vizinhos - Paraná
santoantoniodoisvizinhos@outlook.com
© 2021 Paróquia Santo Antônio de Pádua - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual