Palavra do Padre

Pe. Rudinei José Willers

OS MEIOS PARA O CRESCIMENTO ESPIRITUAL

Estimados paroquianos, neste pequeno artigo, gostaria de apresentar alguns instrumentos que possibilitam o nosso crescimento espiritual. Para isso, utilizo-me do pensamento do Cardeal Jorge Medina Estévez, no livro intitulado “A Direção Espiritual: para acolher Cristo na própria vida”.

Entendemos que o progresso espiritual é resultado da graça de Deus e da ação do Espírito Santo, que imprimem em nós um impulso ao crescimento na Santidade. Contudo, o crescimento espiritual depende também de um movimento de cooperação do nosso ser, que se abre a esta ação e graça. Podemos comparar a vida espiritual como um laboratório cujo o “produto” é a santidade, ou seja, uma vida totalmente consagrada a Deus e orientada à sua santa vontade.

Para que isso aconteça, temos a necessidade de instrumentos aptos, que nos ajudem neste caminho. Apresento aqui alguns elementos:

1º A leitura da Palavra de Deus, das Sagradas Escrituras. Nela encontramos a história daquilo que Deus fez para nos salvar. Essa história constitui a nós um encorajamento e uma garantia de que Ele nos ama;

2º Os mandamentos da Lei de Deus, iluminados com as exigências internas, evidenciadas por Jesus no sermão da Montanha (Mt 5,1ss);

3º O exercício das virtudes teologias da fé, da esperança e da caridade e das virtudes cardeais da prudência, da fortaleza e da temperança;

4º A prática da oração, em primeiro lugar na sua forma litúrgica, mas também na sua forma não litúrgica, como, por exemplo, o Santo Rosário, a Via-Sacra e as devoções aprovadas e recomendadas pela Igreja;

5º A recepção dos Sacramentos, especialmente a participação na Santa Missa, recebendo dignamente e com devoção o Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, bem como do Sacramento da Reconciliação;

6º A prática do exame de consciência para descobrir aqueles aspectos da vida, condutas e omissões, que não são coerentes com o ideal evangélico;

7º A prática da ascese, isto é, o controle dos aspectos desordenados ou excessivos, para robustecer o vigor espiritual e fazer com que os frutos do Espírito prevaleçam sobre as tendências da carne;

8º A leitura de livros espirituais, vida dos santos ou escritos de pessoas que tenham sido exemplares na sua vida espiritual e que tenham comunicado experiências em obras que nos encorajem na busca do crescimento espiritual;

9º A participação em exercícios espirituais ou retiros, tempos de oração mais contemplativos, que facilitam a escuta da Palavra de Deus e seus clamores para nossa vida;

10º A direção espiritual, que nos ajuda a discernir a vontade de Deus e encontrar caminhos para a santificação.

Iluminados pelo ideal de Cristo, possamos buscar por este caminho a vivência plena do projeto de Deus em nossa vida. Que sejamos cristãos atentos à vontade de Deus e abertos à sua graça santificante. Tenhamos coragem de trilhar um caminho iluminado que nos conduz à verdadeira alegria de coração. Deus os abençoe!

 

Pe. Rudinei José Willers
Vigário Paroquial da Paróquia Santo Antônio de Pádua

NOTÍCIAS
Em julho, Francisco pede ao...

“A família tem que ser protegida”: é a premissa do Papa Francisco ao pedir a oração dos...

Covid-19: Novas Orientações...

Kit para a Trezena da Paróq...

Adquira seu kit na secretaria da Paróquia Santo Antônio de Pádua para acompanhar as mis...

Programação da Trezena de S...

Neste dia 31/05 se dará início a Nossa Trezena, com 13 noites de celebração, com muita ...

Festa da Ascensão do Senhor...

Neste domingo, dia 24 de maio comemora-se a Ascensão de Jesus ao céu, e também ao 54º D...

O Papa: a missão é um dom g...

A mensagem de Francisco às Pontifícias Obras Missionárias: evitar a autopromoção e a ce...

(46) 3536-1108
Rua Prudente de Morais, 628. Cx 38, Centro
85660-000 - Dois Vizinhos - Paraná
santoantoniodoisvizinhos@outlook.com
© 2020 Paróquia Santo Antônio de Pádua - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual